A seleção de fornecedores é uma ação estratégica importante para qualquer negócio. Afinal, a escolha impacta diretamente na qualidade, eficácia, preço e até inovação de um produto/serviço de uma empresa. Portanto, é indispensável fazer a escolha certa para obter vantagem competitiva no mercado. 

Neste artigo, mostraremos alguns segredos para uma seleção estratégica de fornecedores. Antes, porém, falaremos um pouco mais sobre a importância desse stakeholder para a empresa. Confira!

Por que a seleção de fornecedores deve ser feita com cuidado?

A performance de um fornecedor tem ligação direta com o desenvolvimento do seu negócio. Sendo assim, a escolha correta é de grande importância para a empresa. Afinal, trata-se de um parceiro estratégico. Logo, se ele não fornece serviços ou matérias-primas de qualidade, isso afetará diretamente a sua relação com o cliente final, o que pode gerar impactos negativos na sua imagem. 

Para elucidar melhor a questão, vamos a um exemplo. Imagine que você realiza viagens corporativas para fechamento de negócios. O prestador de serviço que faz o gerenciamento da jornada precisa ser comprometido.

Afinal, a ideia é que a sua empresa pague mais barato em uma hospedagem e consiga chegar a tempo em um destino. Por essa razão, é preciso cuidado ao fazer a seleção de fornecedores, como mostraremos no próximo tópico.

Quais os segredos para fazer uma escolha certeira? 

Quer saber o que as empresas que escolhem os melhores fornecedores fazem? Confira os tópicos a seguir!

1. Observe os serviços e a qualidade técnica 

Um dos aspectos mais importantes na hora de escolher um fornecedor é observar os serviços oferecidos por ele. Como no exemplo da viagem corporativa, o prestador de serviço precisará atender demandas, como passagens aéreas, hospedagens, traslados e outros.

Logo, vale a pena se atentar à qualidade técnica do suporte oferecido à sua empresa. Você terá facilidade em contatar o fornecedor caso algum problema surja? O prestador poderá resolvê-lo em tempo hábil e com qualidade, sem atrapalhar o trajeto? Os canais de comunicação são variados? Tudo isso deve ser levado em consideração antes de firmar o contrato.

2. Converse com outras empresas clientes 

Ao fazer a cotação com um fornecedor, verifique em seu site as empresas para as quais ele presta serviço ou fornece produtos. Se não houver tal informação disponível, solicite ao gestor o contato de algum cliente para fazer uma verificação de campo. 

Durante a conversa pergunte sobre a experiência obtida com o fornecedor, pesquise sobre entregas, qualidade do produto ou serviço prestados e abertura para negociação. Contar com relatos das experiências de outras empresas ajuda a escolher um fornecedor que de fato agregue valor ao seu empreendimento, afinal eles são provas sociais relevantes. 

Observe especialmente o fornecimento para empresas que tenham o mesmo porte que a sua ou uma demanda similar, assim fica mais fácil fazer uma análise concreta. Se possível, solicite ao seu futuro parceiro uma amostra do produto ou serviços para você saber o que esperar. 

3. Analise o alinhamento com o seu negócio 

O fornecedor oferece um excelente produto/serviço por um preço justo, mas não consegue atender às demandas da sua empresa? Então, ele pode não ser a melhor opção. É preciso estar atento a essa questão, pois o fornecedor deve estar preparado, especialmente, quando você mais precisar

Durante a seleção de fornecedores, analise o alinhamento com o seu negócio. A compatibilidade é o que tornará a parceria estratégica e ajudará o seu empreendimento a de fato se desenvolver.

Lembre-se de que o fornecedor ideal deve ter todos os pontos positivos exigidos de um prestador de serviços e precisa ser capaz de atender às suas demandas quando for necessário. Isso significa entrega em dia, pagamento facilitado, política de troca ou reembolso em caso de problemas, além de garantias e segurança. Quanto maior a afinidade, melhor.

4. Leve em consideração o custo-benefício 

Uma questão muito importante a ser analisada diz respeito ao custo-benefício oferecido pelo fornecedor. O preço praticado deve ser condizente com a qualidade do produto/serviço prestado e também estar alinhado à sua realidade. Porém, não descarte um parceiro apenas pelo valor cobrado; veja se os diferenciais justificam tal pagamento. 

Muitas vezes a empresa paga um pouco a mais, mas obtém uma série de vantagens que outro fornecedor não oferece. Consequentemente, ela consegue repassar tal diferença para o mercado, o que ao final nem fará tantas mudanças no orçamento

No entanto, cuidado com preços muito elevados e com diversas vantagens para a sua empresa, mas que não podem ser absolvidas pelo seu negócio. Isso pode interferir no seu orçamento e na sustentabilidade financeira em longo prazo. Mas também, não escolha um fornecedor com um preço muito abaixo do praticado pelo mercado, pois o barato pode sair caro. Portanto, procure pelo equilíbrio entre qualidade e preço. 

5. Opte por contratos abertos

Outro segredo da seleção de fornecedores que as empresas utilizam é optar por aqueles servidores que não exigem contrato de exclusividade. Vamos explicar o porquê: os contratos de fidelidade podem oferecer uma série de benefícios, mas também podem restringi-lo. 

A ideia é que a sua empresa possa usufruir de facilidades e descontos oferecidos, mas não perca a sua liberdade de negociar com outros fornecedores, tornando o seu produto/serviço final mais em conta. 

Além disso, se a concorrência também tem os seus benefícios e está em constante aperfeiçoamento, você pode perder oportunidades. Portanto, procure um fornecedor que preze pela excelência do serviço contratado, mas também te ofereça liberdade de cotar preços com outros.

Vale lembrar que é muito importante ter uma relação de confiança com o seu fornecedor. Compartilhe informações com ele e vice-versa, assim vocês conseguirão trabalhar em harmonia e cumprir todos os prazos preestabelecidos. 

Leve também em consideração a flexibilidade dele em entender você em um momento de necessidade. Imprevistos acontecem e é essencial que o seu parceiro lhe dê respaldo quando necessário. 

Essas foram algumas dicas que poderão ajudar você no processo de seleção de fornecedores estrategicamente. Por isso, leve em consideração os diversos aspectos apontados antes de fazer a sua escolha. 

Provavelmente você conhece outros empreendedores com as mesmas dúvidas que você, certo? Que tal compartilhar esse artigo nas suas redes sociais? Assim, você pode ajudá-los no processo de escolha do melhor fornecedor!