Escolher uma agência de turismo é um fator decisivo no sucesso de uma viagem corporativa. O motivo é que combinar bom custo-benefício e um serviço que atende às necessidades de sua empresa, impulsiona o desempenho dos colaboradores e ainda garante que tudo aconteça conforme o planejado.

Com um mercado cada vez mais competitivo, priorizar parceiros que prezem pela organização em primeiro lugar faz muita diferença nos seus resultados. Por isso, nada de tomar decisões desse tipo sem ter as informações adequadas em mãos. As pesquisas detalhadas são o primeiro passo para acertar em cheio na escolha.

Quer saber mais? Vamos mostrar 7 erros para evitar na hora de escolher uma agência de turismo. Acompanhe!

1 . Comprar pacotes de primeira

Muitas vezes, na correria do dia a dia, acabamos ficando sem tempo para fazer pesquisas detalhadas antes de finalizar uma compra. Esse tipo de erro pode até parecer uma economia de tempo à primeira vista, porém, depois do problema estourar como uma bomba, você vai notar que quase nunca vale a pena comprar um pacote de primeira.

A questão aqui é que mesmo que a oferta pareça muito vantajosa, as chances de encontrar outras opções que podem ser personalizadas e se encaixem com suas necessidades são bastante altas. Por este motivo, tenha paciência e comece a se programar com antecedência. Assim, você consegue pedir alguns orçamentos e conhecer seus benefícios antes de se decidir.

2 . Deixar de checar a credibilidade da empresa

Esse é um outro erro que a falta de tempo costuma causar. Ao deixar de checar a credibilidade da agência de viagens, seu negócio pode acabar caindo em uma grande furada por puro descuido da pessoa responsável pela pesquisa. Logo, ao começar o processo de comunicação, consulte a credibilidade da empresa envolvida em diferentes meios.

O mais comum, hoje em dia, é realmente avaliar as redes sociais, a quantidade de seguidores e comentários de outros clientes que passaram por experiências semelhantes. Dessa forma é possível ver a interação na hora de resolver problemas, que se mostra como um dos pontos mais sensíveis no momento de ganhar confiança.

3 . Não questionar os diferenciais oferecidos

O ponto de partida para escolher a agência de viagens perfeita é fazer todas as perguntas necessárias ainda no processo de negociação. Se você deixar algo de importante passar, a empresa pode alegar que houve um mal-entendido e acabar gerando um grande prejuízo que poderia ter sido evitado.

Sendo assim, é muito importante não ter vergonha de fazer perguntas. A fase de decisão de compra realmente serve para isso e os funcionários do outro lado estão aptos para lidar com os diferentes tipos de dúvidas. Além das questões tradicionais, como preço, serviços e pacotes, você também precisa pedir uma explicação detalhada sobre os diferenciais.

Um bom exemplo disso é o programa de cashback em viagens, que devolve parte do dinheiro gasto na compra e permite que você use o dinheiro para investir no deslocamento de outros colaboradores, hospedagem barata e outros serviços essenciais.

4 . Optar por um site sem usabilidade

Os problemas de usabilidade costumam deixar muitos usuários de internet completamente irritados. No entanto, algumas pessoas acabam ignorando essa situação para efetuar uma compra mais rápido, por exemplo.

No entanto, quando se trata de fechar com uma agência de viagens, todos os detalhes fazem muita diferença e a demora em concluir a compra causa prejuízos. Isso porque esse tempo perdido poderia ser facilmente usado para comprar outras opções de serviços e encontrar algo que talvez seja mais adequado.

Sem contar que, com esses problemas, fica mais difícil compreender quais são as principais vantagens competitivas no site. Em função disso, dê preferência as páginas com respostas rápidas, boa comunicação visual e conteúdo bem elaborado.

5 . Ignorar o custo-benefício

Outro erro clássico na hora de contratar uma agência é se esquecer do orçamento permitido e acabar excedendo os gastos. Assim, você pode acabar hospedando um colaborador muito longe do seu destino e gastar muito mais do que se tivesse feito uma pesquisa melhor ou colocado tudo na ponta do lápis.

Por esse motivo, logo quando começar a fazer o planejamento do turismo corporativo é necessário avaliar soluções significativas. Dessa forma, se torna mais simples verificar o que compensa mais na hora de escolher uma hospedagem com melhor preço, passagens e a assistência oferecida pela agência.

Além disso, ainda vale a pena ficar atento na antecedência de fechar o negócio, já que nem sempre o serviço mais caro se encaixa com suas necessidades.

6 . Esquecer das necessidades do viajante

Caso a empresa pense apenas nos valores de entrada e saída do caixa na hora de contratar uma agência de viagens, pode acabar tendo problemas com o comprometimento dos colaboradores. Para acertar em cheio na escolha, é indispensável considerar as necessidades dos colaboradores que atuam na linha de frente das viagens corporativas.

Então, avalie os pacotes oferecidos conforme os objetivos da viagem e do perfil de cada funcionário envolvido. Lembre-se de que otimizar cada detalhe, além de reduzir os gastos, é uma questão que interfere diretamente na produtividade e pode contar muitos pontos nos investimentos futuros que uma viagem corporativa traz.

7 . Fechar negócio sem uma boa comunicação

Fechar negócio somente após acessar o site sem conversar com nenhum responsável pelo oferecimento dos serviços é outro erro frequente. Isso porque só com as opções disponíveis on-line, você pode acabar não lendo as letras pequenas do contrato e se enrolar caso precise de alguma ajuda emergencial.

Em viagens, especialmente, no caso de destinos internacionais, os colaboradores podem se deparar com uma série de imprevistos e é indispensável ter um contato direto de uma pessoa que atua prestando uma assessoria personalizada.

Esse tipo de tranquilidade é fundamental tanto para os viajantes quanto para quem contrata, já que garantir que tudo aconteça conforme o esperado se mostra como um passo e tanto no fechamento de novos negócios.

Pronto! Agora você já sabe como contratar uma agência de turismo corporativo. O mais importante é procurar por uma equipe de qualidade para direcionar suas escolhas e prestar um serviço de excelência. Só assim será possível ganhar mais espaço no mercado e ter colaboradores mais engajados que vestem a camisa.

Gostou das dicas do artigo? Então entre em contato com a etrip e conheça nossos serviços focados em otimizar suas viagens corporativas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *