Já imaginou preparar sua bagagem de mão com seus pertences mais importantes e tudo o que vai precisar durante o voo e, na hora de embarcar, ter que despachar essa mala? Ou até se desfazer de objetos pessoais?

Em alguns casos, como em viagens corporativas curtas, é frequente as pessoas viajarem apenas com a bagagem de mão a fim de agilizar o check-in. Mas é preciso ter muito cuidado na hora de arrumar essa mala, para que essa praticidade não se transforme em uma dor de cabeça.

Para garantir que seu embarque seja sempre tranquilo, listamos neste post tudo o que precisa saber sobre os limites de quantidade, peso, dimensões e itens permitidos e proibidos nas malas de mão. Confira a seguir.

As regras para a bagagem de mão

Veja quais são os principais cuidados que é preciso adotar para embarcar, sem problemas, com sua bagagem de mão.

Peso e dimensões

A recente mudança nas regras de franquia aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concede ao passageiro o direito a uma bagagem de mão de até 10 kg, em que a soma de suas dimensões (comprimento + largura + altura) não ultrapasse 115 cm. Porém, a quantidade de bagagens, limites de peso e dimensões pode variar entre companhias aéreas e por tipo de tarifa. Portanto, sempre confirme os detalhes em seu bilhete.

Além dessa bagagem de mão, é permitido, ainda, embarcar com um volume pequeno, como uma bolsa ou mochila, que possa ser acomodado debaixo do assento. Uma dica extra: não deixe para embarcar de última hora, pois pode não haver mais espaço para sua bagagem de mão e você será obrigado a despachá-la.

O que não pode levar

Os itens citados abaixo são totalmente proibidos em bagagens de mão e são válidos para todas as companhias aéreas. Porém, antes de viajar, consulte restrições impostas pelos países de destino e específicos de cada empresa:

  • objetos cortantes ou pontiagudos (estiletes, navalhas, tesouras, facas, canivetes, cortadores de unha);

  • produtos inflamáveis ou explosíveis (inclusive aerossol);

  • armas de qualquer tipo (inclusive armas de brinquedo);

  • ferramentas de mão de obra (como furadeiras e brocas, chaves de fenda e martelos);

  • produtos tóxicos ou químicos (como alvejantes líquidos, mercúrio e baterias com líquido corrosivo).

O que pode levar

Certos itens são permitidos levar na cabine com restrição de volume e quantidade. Veja quais são eles:

  • líquidos e géis no limite de um litro dividido em frascos de até 100 ml (voos internacionais) e 1,2 litro em frasco de até 300 ml (voos nacionais);

  • produtos em pó somente em embalagens de até 350 ml (voos para os EUA);

  • bebidas alcoólicas que não excedam 70% de álcool por garrafa, no limite de cinco litros por pessoa;

  • remédios (com receita médica);

  • alimentos infantis e dietas especiais na quantidade necessária para o período do voo;

  • isqueiro inferior a 8 cm, guarda-chuva, aparelho de barbear, termômetro, objetos com lâminas menores que 6 cm e aerossóis para uso médico ou de higiene em embalagens de no máximo 300 ml.

O que não pode faltar

Para complementar, listamos alguns dos itens considerados essenciais em uma bagagem de mão:

  • pasta com documentos e comprovantes;

  • caneta;

  • objetos de valor (dinheiro, cartões, notebooks, joias etc.);

  • eletrônicos, carregadores, adaptadores, fone de ouvido;

  • pelo menos uma troca de roupa (para o caso de se sujar durante o voo ou a mala despachada extraviar);

  • medicamentos;

  • nécessaire com itens básicos de higiene;

  • livros e revistas.

Sempre separe sua bagagem de mão com calma, reveja todos os itens e confira o peso antes de sair de casa para evitar problemas. As autoridades legais têm o poder de determinar o despacho de malas fora do padrão permitido e confiscar itens considerados proibidos.

Não tenha surpresas desagradáveis em sua próxima viagem! Conheça as novas regras sobre franquias de bagagem.