Durante uma viagem corporativa, otimizar tempo e encontrar soluções que tornem o trabalho mais eficiente é essencial. Dentro dessa perspectiva, pensar nos deslocamentos sempre requer atenção, pois, dependendo do destino e dos compromissos profissionais, é difícil depender dos serviços de transportes públicos ou privados.

É aí que a locação de carros surge como uma alternativa que oferece muito mais liberdade, praticidade e conforto.  E mais: principalmente nos casos em que é necessário percorrer longos trajetos  entre cidades, por exemplo  essa opção pode ser, inclusive, mais barata quando o assunto é a escolha do transporte na viagem. 

Mas para que a economia aconteça de fato, é importante tomar alguns cuidados antes e durante a locação. Confira abaixo algumas dicas para torná-la mais vantajosa!

Como economizar na hora de fazer a locação de carros

Reserve com antecedência

Assim como a grande maioria das etapas de uma viagem — compra de passagem aérea, reserva de hospedagem, entre outras — reservar o carro com antecedência significa encontrar mais opções na hora de buscar o melhor valor. Além disso, evita que você se torne refém do alto custo que uma procura de última hora pode trazer.

Muitas empresas de aluguel oferecem a possibilidade de reservar sem pagamento antecipado ou multa por não comparecimento. Na hora de pesquisar, dê preferência para essas. Dessa forma, é possível assegurar a locação sem, no entanto, descartar a possibilidade de fazer melhor negócio caso surja alguma promoção inesperada mais a frente.

Dispense o GPS

Certos itens adicionais encarecem muito o valor da locação de carros e alguns deles nem são necessários. É o caso do GPS. Atualmente, com a facilidade de conexão à internet e variedade de aplicativos disponíveis, utilizar o GPS do carro é absolutamente dispensável.

Abrindo mão desse serviço, a economia é certa. E para não sentir falta dele, basta instalar um GPS no smartphone — o Waze é um dos mais conhecidos e ainda é gratuito. Aplicativos de mapas, como o Maps.me e Google Maps, também cumprem bem essa função e ainda funcionam no modo off-line.

Calcule os gastos com combustível

Planejamento é sempre fundamental quando a intenção é economizar e nesse caso não é diferente. Procure calcular o quanto será percorrido durante a viagem, assim como o valor do combustível no local de destino. Essa é uma maneira de estipular um orçamento coerente e não ser pego de surpresa. Outra sugestão válida é avaliar o consumo de combustível na hora de escolher a categoria de carro que alugará.

Encha o tanque antes da devolução do carro

No fim da viagem corporativa, de forma alguma deve-se entregar o carro com o tanque vazio. Isso porque a locadora do veículo vai cobrar pela reposição do combustível e, provavelmente, por valores muito acima dos cobrados no mercado. Se a entrega do carro acontecer no aeroporto, prefira sempre abastecer fora das proximidades e apenas repor uma pequena quantidade lá por perto, se necessário. Os postos de combustível que ficam perto dos aeroportos costumam cobrar mais caro.

Devolva na mesma loja onde pegou

Às vezes a viagem abrange cidades distintas e não dá para escolher onde devolver o automóvel, mas quando for possível, opte sempre pela devolução no mesmo estabelecimento onde pegou. Se devolver na mesma loja não for uma opção, preste bastante atenção na cláusula de contrato, optando pela locação na empresa que ofereça menor valor na taxa de devolução em lojas diferentes.

A locação de carros não precisa ser um gasto excessivo durante a viagem corporativa, muito pelo contrário. Seguindo essas recomendações, ela pode se tornar uma aliada que garantirá mais autonomia ao profissional e economia à empresa.

E então, as dicas foram úteis para você? Então curta nossa página no Facebook e continue descobrindo as melhores formas de organizar uma viagem corporativa!